ANSA

Promovendo a justiça e a solidaridade no Araguaia

Menssagem de erro

Esse é “o mais antigo jornal alternativo no Brasil ainda em circulação”

sexta-feira, Maio 29, 2020

No mês de janeiro nosso jornalzinho “ALVORADA” completou 50 anos.

Foi o primeiro ‘jornal’ do nosso Araguaia.

São 50 anos de registros de como andou nossa Prelazia, mas, sobretudo, de registros da vida e das lutas do povo desta região.

Para comemorar este jubileu de ouro, nada melhor do que resgatar um pouco de como começou esta publicação.

Correio da amizade

O primeiro número de “ALVORADA” – Folha da Prelazia de São Félix, assim se chamou, apareceu em janeiro de 1970. Uma folha única, mimeografada.

Procurava-se um nome para esta folha, quando chegou de Santa Terezinha, de voadeira, o Pe. Francisco Jentel. A voadeira tinha o nome de “Alvorada”.

Foi a inspiração para o nome deste primeiro veículo de comunicação que surgia na região.

A abertura do primeiro número identifica a região a ser abrangida pela publicação e seu objetivo. Assim dizia:

Nesta hora de desenvolvimento, a folha “Alvorada” visa ser:

– correio de amizade

-programa de renovação

– mensagem de Evangelho.

Uma “folha” de sol e sereno, nas alegrias de todos, nas comuns necessidades, para o trabalho de melhoramento a que nós estamos chamados”.

O restante do primeiro número apresentava o PROGRAMA PASTORAL com as normas e indicações para receber o Batismo, o Matrimônio e a Primeira Comunhão e anunciando a realização das Campanhas Missionárias.

O segundo número tem data – 29/3/70. “Páscoa”. Trouxe um pequeno editorial sobre a Páscoa e notícias as mais diversas como a ida do Pe. Pedro Casaldáliga a Goiânia para tratamento, a visita do Secretário de Educação do Município a São Félix, (São Félix era um distrito de Barra do Garças), a inauguração do Cine Samira, o anúncio de que Luciara teria motor de luz, alguns casamentos, o funcionamento do Ginásio Estadual do Araguaia, entre outros.

Trouxe também um pequeno comentário sobre o Batismo e começou a divulgar as partes principais da Encíclica de Paulo VI “Desenvolvimento dos Povos (Populorum Progressio)” que continuou nos seguintes números.

Uma voz que incomodava

Nos 50 anos de existência “ALVORADA” foi a voz, quase isolada, que denunciou a violência e as arbitrariedades das autoridades e do latifúndio em nossa região e que estimulou a união entre os trabalhadores.

“ALVORADA”, amado por muitos, odiado por outros, ganhou notoriedade nacional, quando um número forjado apareceu na tela da Globo, tentando incriminar o trabalho de nossa Igreja.

“ALVORADA” tem sido matéria de estudo para alguns que se interessam pela imprensa alternativa a serviço dos marginalizados.

Em seus 50 anos, ALVORADA continua sendo fiel aos seus objetivos, publicando notícias das comunidades, divulgando o Evangelho e a caminhada da Igreja no Brasil e no mundo.

 

Capa do Jornal Alvorada, de 1974.

 

Texto do Jornal Alvorada.

Back To List

Deixe um comentário

Newsletter

Assine para receber notícias do blog